Vice-Pres. do GRA promove Encontro Açores-Brasil

A Vice-Presidência do GRA, através da Direção Regional das Comunidades, promove um Encontro Açores - Brasil, no dia 14 de outubro, quinta feira, em Ponta Delgada, destinado a uma partilha de testemunhos entre Açorianos no Brasil e Brasileiros nos Açores.

O evento, presidido pelo Vice-Presidente do GRA, Artur Lima, dará a conhecer os testemunhos das instituições da RAA e do Brasil que trabalham nas áreas da preservação da identidade Açoriana em vários estados brasileiros e na inclusão dos nacionais desse país sul-americano nos Açores.

Esta sessão tem lugar no Palácio da Conceição, em Ponta Delgada, e será transmitida em direto na página oficial da Direção Regional das Comunidades na rede social Facebook, a partir das 17h00 dos Açores, menos 4 horas no Brasil.

O primeiro painel, dedicado aos “Açorianos no Brasil”, conta com a intervenção de Rui Faria, presidente da Assoc. dos Emigrantes Açorianos (AEA), e com a partilha dos testemunhos dos representantes das Casa dos Açores sediadas no Brasil, nomeadamente, Fernando Fagundes (Rio de Janeiro), António Arruda (São Paulo), Orlando Silva (Bahia), Sérgio Luiz Ferreira (Santa Catarina), Viviane Hunter (Rio Grande do Sul) e Paulo Matos (Maranhão).

Os contributos para o segundo painel, com o tema “Brasileiros nos Açores”, estarão a cargo de Leoter Viegas, Vice-presidente da Assoc. dos Imigrantes nos Açores (AIPA), de Inésia Pontes, diretora da CRESAÇOR / Gab. de Apoio a Migrantes, e de Jairo Silva, presidente da Assoc. dos Imigrantes Brasileiros nos Açores (ASIBA).

O Brasil foi o primeiro destino da emigração Açoriana, há mais de 400 anos, e é a nacionalidade estrangeira mais representativa da imigração nos Açores, com mais de 800 cidadãos brasileiros oficialmente residentes nas diferentes ilhas.


“Temos uma história comum e temos um mar de oportunidades que nos une. A nossa relação será tanto mais estreita quanto maior for a vontade de todos”, realçou. Artur Lima na sessão de abertura do Encontro Açores-Brasil, lembrou ainda que o “Brasil é o mais antigo destino oficial da Emigração açoriana”. “Estamos junto há mais de 400 anos”, valorizou o Vice-Presidente do GRA.

O governante elogiou o papel desempenhado pelas “6 associações Açorianas do Brasil”, que estiveram representadas no encontro, enaltecendo ainda o importante “contributo local” protagonizado pela Assoc. dos Emigrantes Açorianos. Na sua intervenção, o Vice-Presidente do GRA lembrou que o Brasil é “o país mais representado na imigração para os Açores”.

“Segundo os dados mais recentes, residem oficialmente nas nove ilhas 4 090 cidadãos estrangeiros, sendo que 802 desses imigrantes são exatamente provenientes do Brasil. Estamos a falar de quase 20% de todos os estrangeiros que escolheram esta RAA para desenvolverem o seu projeto de vida”, referiu. “Os imigrantes brasileiros - como, aliás, todos os estrangeiros residentes nos Açores – podem contar com o apoio possível do Governo Regional”, afirmou. No decorrer do evento, Artur Lima formalizou um “novo protocolo de cooperação financeira” com a Assoc. dos Imigrantes Brasileiros nos Açores.

Categoria:Política e Partidos