Açores integra Parceria Europeia para a Biodiversidade

A Secretaria Reg. da Cultura, Ciência e Transição Digital, através do Fundo Reg. da Ciência e Tecnologia (FRCT), integra a nova parceira de Investigação e Inovação Biodiversa+ - European Biodiversity Partnership, que pretende fortalecer a ponte entre Ciência, Política e ações concretas com programas, agências de financiamento e atores da Política ambiental de mais 39 países da UE e associados.

Esta parceria, cofinanciada pelo Horizonte Europa, visa apoiar ações de investigação e inovação necessárias com o objetivo de colocar a Biodiversidade no caminho da sua recuperação até 2030, através de uma estratégia conjunta de apoio à formulação e implementação de políticas científicas eficientes.

Para Susete Amaro, Secretária Regional, “a Biodiversa+ irá facilitar a implementação da Estratégia Europeia de Biodiversidade para 2030 na RAA através da partilha de informação, ferramentas, evidências e dados entre atores relevantes regionais, promovendo uma colaboração contínua, em diferentes níveis e escalas”.

No passado dia 1 de outubro, o lançamento da Biodiversa+ ficou marcado pela abertura da sua 1.ª convocatória transnacional “Supporting biodiversity and ecosystem protection across land and sea”, onde 45 agências de financiamento de 33 países, juntamente com a Comissão Europeia, se comprometem a financiar projetos de investigação para a proteção da Biodiversidade e dos Ecossistemas terrestres, dulcícolas e marinhos, num orçamento global estimado em 40 milhões de Euros.

A titular das pastas da Cultura, da Ciência e da Transição Digital assegura que a “primeira convocatória está alinhada com as linhas de investigação desenvolvidas pelos Centros de Investigação na Região, apoiando projetos em todos os ambientes - terrestre, dulcícolas e marinhos, incluindo a investigação sobre a conservação da Biodiversidade nas RUPs e nos países e territórios ultramarinos da UE”.

O Governo Regional dos Acores, através do FRCT, tem o compromisso de financiar até 2 projetos de equipas de investigação regional, no valor máximo de 200 mil Euros.

“Continuamos a trabalhar para consolidar o potencial científico e tecnológico dos Açores, incentivando a criação de sinergias transnacionais e internacionais e projetando a sua excelência nos Espaços Europeu da Investigação”, afirma Susete Amaro.

No próximo dia 12 de outubro, decorrerá um workshop informativo para apresentação da parceira Biodiversa+ e da convocatória em curso. Os interessados devem inscrever-se em https://us06web.zoom.us/webinar/register/WN_uzsqA8iJRTWnl3xwQhogzw.

Categoria:Educação, Ciência e Cultura